2017-10-24

Política de proximidade

Patrícia Pinto da Silva

Passados 43 anos, a cinco dias de mais umas eleições autárquicas, e citando Francisco Sá Carneiro, “não há nada que pague a sinceridade na acção política, como em tudo”.

Por estes dias vejo muita dessa sinceridade.

A campanha no interior do País é diferente.

Chamam-se as pessoas, pelos nomes próprios ou pelos apelidos, às portas das suas casas. Pede-se licença para entrar e trocar meia dúzia de palavras.

Olham-se essas pessoas nos olhos. Reconhece-se, de imediato, a sinceridade do olhar do que é visitado e do que visita.

Nas nossas aldeias, a política é, realmente, de proximidade. E, ao contrário do que se possa pensar, é possível fazer desta política, a de maior sinceridade.

Os problemas são reconhecidos. As alegrias são partilhadas. As críticas são feitas. E as ideias são trocadas. Tudo de forma completamente gratuita.

Em poucos momentos, a partilha é enorme. Existem verdadeiras lições de vida, principalmente, naqueles locais mais recônditos. Aqueles locais, onde a luz chegou tarde, a água canalizada e saneamento, ainda, não existem. Até a rede de telemóvel, por vezes, falha.

Apesar disso, a força dessas pessoas é enorme, uma verdadeira lição de vida.

Para ir ao encontro delas trilham-se caminhos onde as pernas tremem, a respiração acelera, a voz tenta falhar.

E, no momento da chegada, mais importante que pedir um voto, é olhar as pessoas com sinceridade e ouvir o que têm a dizer.

Torna-se uma luta contra o tempo, as histórias de vida são tantas. A necessidade de falar dos que estão mais isolados é enorme.

É gratificante vivenciar esses momentos.

Mais do que quilómetros de caminhada são quilómetros de boa conversa e de enorme aprendizagem.

Essa é a verdadeira campanha eleitoral autárquica. O porta-a-porta, como vulgarmente lhe chamamos. É a única forma de realizar uma Política de Proximidade.

Façamo-la bem, façamo-la com sinceridade.

Patrícia Pinto da Silva.
Advogada na Montalvão Machado e Associados

Sobre Patrícia Pinto da Silva 15 artigos
Advogada na Montalvão Machado e Associados.

Ao continuar a usar o site, concorda com o uso de cookies. Mais informação

As configurações de cookies neste website estão definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este website sem alterar as configurações de cookies ou se clicar em "Aceitar" em baixo, então está a consentir na utilização de cookies pelo nosso site.

Fechar